11 de dez de 2012

Para minha vó

Talvez eu não diga muito, talvez eu nem demonstre muito, mas eu amo demais a minha vó. Se não a mais, ela é uma das pessoas mais importantes da minha vida. Eu a vejo lutando. Contando os míseros centavos de uma aposentadoria pequena de professora para ajudar as pessoas. E não por obrigação. Por amor. Eu a vejo lutando contra dores causadas pela idade para manter a casa impecável. E olha.. Garanto que nunca entrei em uma casa tão impecável quanto a dela. A vó que faz tudo por mim. Que toda vez em que eu entro na casa dela, abre um sorriso e sempre tem algo novo, algo diferente. Nem sempre é fácil. É claro que as vezes discutimos. Eu sou teimosa demais. E ela.. Bem.. Ela também. Ela não fica feliz com todas as minhas decisões. Ela não gosta de tudo o que eu faço. Ela gostaria que eu fizesse coisas de outro jeito. Ela, às vezes, fala um pouquinho demais. Mas ela sempre será alguém que eu amo. E que eu cuidarei. Eu serei capaz de amá-la ainda mais em todas as vezes em que eu saber que alguém não a ama. Em todas as vezes que eu souber de alguém que não queria dar atenção à ela, eu serei capaz de dar ainda mais atenção à ela. Hoje eu ligarei para ela apenas para dizer o quanto a amo. E, a cada vez em que eu souber de alguém que a procurou apenas por interesse, eu a procurarei para dizer o quanto me importo com ela. E eu a protegerei de todas as verdades que poderão machucá-la. Afinal, foi ela quem deu meu primeiro banho, que saía para passear comigo todas as tardes. Que auxiliou minha mãe a cuidar de mim em todas as vezes em que eu fiquei doente - e posso garantir que não foram poucas. E não é por obrigação que desisto de fazer diversas coisas para ir para a casa dela nos finais de semana. É por amor. Por saber que ela precisa de mim lá. E, mesmo sabendo que talvez ela nunca lerá isso - já que ela não tem o menor talento para tudo o que envolva computadores ou celulares - , eu escrevo. Para demonstrar o quanto a amo e o quanto queria que ela fosse eterna, pois não consigo ver minha vida sem ela.
Vó, vovó ou até mesmo "vavá".
Eu amo você. ♥

21 de set de 2012

Música . *-*

Então, né galera..
Considerando que essa semana foi meio complicada, eu apenar irei colocar uma música aqui, ao invés de escrever algo sobre.
Enfim, a música da semana é Starships, da Nicki Minaj. *-*




Então, né pessoas..
Essa semana eu tive alguns imprevistos e acabei não conseguindo postar.
Mas enfim.. Vou colocar os posts de quarta-feira e de quinta agora, além dos de hoje !

18 de set de 2012

Trecho de Livro . *-*

"-Oh ! Deus é testemunha de que tenho combatido, feito um desesperado, esse sentimento; quis esquecer-vos, odiar-vos, mas estou enfeitiçado, preso por uma força contra qual sou impotente; cada fibra do meu ser me liga a vós, Valéria, subjulgando minha razão e minha vontade. Desviai-vos de mim, raivosa: sei que não tenho o direito de vos falar assim; mas, nesta hora de luto e isolamento, junto os destroços do meu futuro, a verdade me fugiu dos lábios."
A Vingança do Judeu.  .

17 de set de 2012

Cecília Meireles . *-*


Retrato


"Eu não tinha este rosto de hoje, 
assim calmo, assim triste, assim magro, 
nem estes olhos tão vazios, nem o lábio amargo.
Eu não tinha estas mãos sem força, 
tão paradas e frias e mortas; 
eu não tinha este coração que nem se mostra. 
Eu não dei por esta mudança, 
tão simples, tão certa, tão fácil: 
Em que espelho ficou perdida a minha face?"

16 de set de 2012

Post . *-*

Faltando menos de um mês para as eleições, é só ligarmos a TV ou o rádio que já escutamos milhares de propagandas políticas. Não sei quanto as outras cidades, mas Curtiba tem apenas seis candidatos aparentes. Um deles é o atual prefeito, que está concorrendo com outro candidato que já tem o pai na política. Ambos estão quase empatados, porém nenhum dos dois tem grandes condições para assumir a prefeitura. Seguindo logo atrás (e com pouca diferença), temos mais um candidato. Um bom candidato, mas que acabou filiando-se ao partido errado. O quarto candidato (o qual a chance já é muito pequena), já foi prefeito uma vez e seria a melhor opção, porém como eu já disse, as chances dele são extremamente pequenas, quase nulas. Os dois últimos candidatos então.. Nem se fala. Um deles não tem o menor carisma e a outra senhora.. Enfim.. Não tenho nem o que falar. Se existem outros candidatos para prefeito em Curitiba, eu não sei, pois nem se escuta falar.
Agora.. Se já está difícil para prefeito, imaginem como está para vereador ! Um pior do que o outro !
E as propagandas sempre a todo vapor ! Cartazes, placas, propagandas. Só resta saber: de onde veio tanto dinheiro para fazer tudo isto ?
Eu sempre soube que iria querer votar com 16 anos, então, no começo do ano, fui e tirei meu título. Mas, sinceramente, observando o caráter e a situação de cada político, talvez eu tenha me arrependido, pois ainda não sei em quem vou votar.

15 de set de 2012

Moda . *-*

Para estrear a parte de moda no blog eu tinha diversos "looks" para postar, mas decidi colocar o que eu usei hoje !
Eu transformei um vestidinho estilo "praia" em um conjunto que pode ser usado tanto casualmente quanto pode ser um traje de noite.Para fazer isto, apenas coloquei uma legging de couro e um cinto de seda preto, colocado amarrado com um laço na parte de trás. Nos pés, eu coloquei uma sapatilha preta.

Bem casual, não é mesmo ?
Enfim.. Também pode ser usado com uma sandália baixinha, se estiver calor, que ela vai continuar dando esse ar casual. Para dar um ar um pouco mais social/noite, coloque uma sandália de salto azul marinha ou preta. Como de noite normalmente é mais friozinho, o look combina com uma jaqueta comprida preta de couro. Essa dica também vale para quem mora em cidades como Curitiba, onde a previsão do tempo é sempre um enigma e você nunca sabe se vai esfriar ou não durante o dia !

Para o make eu usei um quarteto de sombras azul e lápis preto. Passei o mais clarinho em toda a pálpebra, o azul um pouco mais escuro na parte externa da pálpebra superior e o azul marinho no canto externo da pálpebra inferior e da superior. A sombra branca logo abaixo das sombrancelhas, para iluminar. Para finalizar, muito rímel e um blush rosinha.
No cabelo eu fiz um rabo de cavalo simples, mas também fica legal com uma trança embutida ou com o cabelo solto apenas com arcos como estes:
Na unha fica legal um azul marinho ou um preto com brilho, como "O Beijo" e "Chão de Estrelas", ambos da Risqué.
Então é isso galera ! Espero que tenham gostado da dica !
Então, né galera..
Depois de "algum" tempo sem escrever, consegui ter tempo de escrever mais alguns posts. Vou postá-los aos poucos e também pretendo fazer uma organização para os posts do blog.
Será, mais ou menos, assim:
Domingo: Cultura geral (posts como os que eu já escrevi, turismo, dicas de lugar, comida, etc.)
Segunda: Poesias
Terça: Trechos de livros
Quarta: Músicas (dicas, letras, etc), com a parceria do meu melhor amigo, Bernardo Duarte.
Quinta: Tirinhas.
Sexta: Filmes, com a parceria da minha melhor amiga, Carolina Lüdke.
Sábado: Dicas de moda.
Aos domingos, poderá acontecer de ter mais de um post, mas vai depender da criatividade, né !
Enfim.. Além disso, todos os meses (de preferência na primeira semana de cada mês), vou escrever um especial sobre o que pode rolar no mês. Será uma espécie de "big post", com séries, filmes, música, moda, feriados, comida e tudo relacionado. Os temas dos meses, serão decididos aos poucos.
Portanto, hoje eu estreio com o primeiro post de moda !
Bem, como vocês já devem ter percebido, junto com todas essas novidades, estou começando a fazer algumas parcerias !
Até agora já fiz essas duas, a com o Bê e outra com a Carol.
Além destas, pretendo fechar mais duas parcerias nesta semana !
Junto com isso, posts sobre séries.
Então é isso galera !
Espero que gostem das novidades !

18 de jul de 2012

Carlos Drummond de Andrade . *-*

“Desejo a você:
Namoro no portão,
Domingo sem chuva,
Segunda sem mau humor,
Sábado com seu amor…”


22 de mai de 2012

Post . *-*

Gente, vocês nem imaginam como eu adoro ler, não é mesmo ? Pois então.. Durante uma mega promoção de uma livraria, para mim é impossível não pirar com tantos livros bons a um preço tão acessível. E é isso o que está acontecendo hoje. A Livrarias Curitiba está fazendo uma super promoção, com livros de R$9,90 até R$19,90 ! Em meio à tantos livros, selecionei seis que com certeza irei comprar. Mas, após selecioná-los, observei que nenhum era nacional. Fiquei meio decepcionada comigo. Sou uma garota muito nacionalista e, ao observar que não havia selecionado nenhum livro nacional, também observei que não leio muitos destes. Então decidi pesquisar, no próprio site das Livrarias Curitiba, livros nacionais. Comecei a notar como a maior parte são livros antigos, os chamados clássicos. E, dos livros atuais, sinceramente, o único que me chamou atenção foi "O Vendedor de Sonhos", que, mesmo assim, não é tãããããão atual. Me senti extremamente decepcionada com o país. Se não existem mais livros nacionais bons, significa que o ensino está pior a cada dia. Mas, do mesmo jeito.. Machado de Assis aprendeu a ler e a escrever praticamente sozinho e, mesmo assim, escreveu grandes clássicos.
Fiquei pensando.. O que falta para a literatura crescer no país ?
Educação ? Sem a menor dúvida, isto está em falta no Brasil.
Mas.. Será que é apenas isso ?
Escolas, professores e bons livros educativos, apenas isso ?
Não.. Não pode ser.. Afinal, sabemos de muitas pessoas que até tem a oportunidade de estudar, mas não aproveitam esta.
Sinceramente, estou tentando buscar uma explicação, mas minha mente não consegue encontrar ao menos uma. A realidade é: As pessoas criticam músicas nacionais, filmes nacionais, mas, mesmo assim, ainda existem músicas e filmes nacionais bons. Mas e livros ? Livros não. Livros estão em falta no nosso país, sem uma única explicação. Gostaria de poder fazer algo para mudar isso. Escrever um livro que mudasse tudo e que desse vontade de escrever à outras pessoas. Seria maravilhoso. Juro para vocês que estou começando a buscar inspiração para isso, porque, de verdade, minha vontade de mudar o mundo não é apenas com coisas grandiosas, do tipo política, sociedade e comportamento. Minha vontade de mudar o mundo, começa com coisas pequenas, como literatura. E dizem que as coisas só mudam quando a gente muda, não é mesmo ? Pois então. É isso o que eu quero fazer e, se outras pessoas, além de mim também quisessem mudar o rumo que a literatura nacional está tomando no Brasil, talvez tudo se modificasse. E a literatura nacional voltasse a ser boa.

19 de mai de 2012

Camões . *-*


Amor é fogo que arde sem se ver;

É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?
Olá pessoas !
Depois de tantos dias (devido a minha terrível falta de tempo), irei postar algo aqui.
Colocarei um poema de Camões.
Gosto muito desse poema, cujo, um trecho, foi utilizado pelo nosso mestre Renato Russo, na música do Legião Urbana, Monte Castelo.

1 de mai de 2012

Post . *-*

Hoje eu decidi escrever sobre algo que a maior parte (ou todas, mas não quis generalizar) das pessoas que tem a minha idade não gostam. Colégio. A galera sempre reclama de estudar, estudar e estudar (mas também não estou me tirando dessa história). A verdade é que ninguém (pronto, generalizei e fim.) gosta de estudar, principalmente se for uma matéria da qual não gosta, e então nos perguntamos "mas porque tenho que estudar isso", "porque tenho que estudar aquilo", "porque tenho que estudar não-sei-o-que". Certo dia o diretor do meu colégio fez essa pergunta, com aquele tom de "vocês é que estão perguntando, eu só estou demonstrando" e respondeu que é para nós não ficarmos ignorantes. Na hora achei uma TOTAL grosseria, mas depois fiquei pensando 'sabe, ele tem razão'.Quando aprendemos história ou geografia, estamos criando cultura, tendo, assim, mais um assunto para conversarmos. Dessa forma, deixamos de nos tornar ignorantes. Quando aprendemos química, deixamos de ser enganados por situações como a o que tem em um produto. Biologia, aprendemos nosso corpo, a natureza e coisas desse gênero. Literatura nos torna mais críticos, com mais vocábulário e uma noção muito interessante, inclusive da história. Português nem se fala né galera, afinal é a língua que nós falamos ! O ensino de outras línguas, principalmente o inglês, que é a língua mais importânte no mundo, também é uma forma de cultura. Se você for sair do país, como fará se tiver apenas o português ? Impossível ! Na física, a grande importância também são situações cotidianas, como velocidade, calor, enfim.. A filosofia e a sociologia nos dão uma visão mais ampla do que é o mundo, a sociedade e as pessoas. Sinceramente, a única matéria para a qual eu não consigo uma justificativa, é matemática. Apesar de ser a minha matéria preferida (o que torna-se a causa de muitas pessoas me chamarem de louca), quando a galera vem falar "não sei para que eu tenho que aprender isso", eu não consigo argumentar. Isso é horrível, porque realmente considero matemática uma matéria importantíssima, mas não consigo mostrar para as pessoas o motivo ! Agora as outras disciplinas.. Não tem nem o que discutir, não é mesmo ! Por isso vou utilizar o argumento do diretor da minha escola: "Aprendemos para não nos tornarmos ignorantes". Então galera.. Vamos pensar um pouquinho mais antes de falar que odiamos a escola ?

3 de abr de 2012

Post . *-*

Sabem.. Ontem eu estava preparando um post sobre política para desenterrar minha criatividade, mas então não deu tempo de terminá-lo e hoje, em vez de continuar o post sobre política, decidi realizar um post sobre RESPEITO.
No nosso dia a dia, presenciamos situações em que percebemos que as pessoas não tem mais respeito umas pelas outras.
Escutamos, diariamente, que devemos ter respeito pelos mais velhos, mas a questão não é termos respeito apenas pelos mais velhos. É termos respeito por todas as pessoas, por todas as coisas, independente do que seja.
Não importa se aquele gosta de água e o outro gosta de vinho. Não importa se o indivíduo é verde ou listrado. Não importa se gosta de homem ou de mulher. Não importa o que a pessoa sente. Cada um é do jeito que é e os gostos, os sentimentos ou o "tipo" da pessoa DEVE ser respeitado.
Vamos ainda mais longe. Tem gente que acha que porquê é amigo ou parente pode sair por ai tirando sarro ou desrespeitando o que a outra pessoa quer ou não quer fazer.
Graças a falta de respeito, muitos casos de estupro tem acontecido. Claro, estupro é crime, mas é uma atitude de falta de respeito. Atualmente presenciamos, inclusive, casos de maridos e namorados que estupram suas mulheres.
Coloquei o caso do estupro, mas também posso falar do assunto sexo no geral. Antigamente sexo era visto como um ato de amor, onde as pessoas se resguardavam para aqueles que amavam e, hoje em dia, saem por ai. Pode ser com qualquer um. Apenas pelo prazer. Falta de respeito com o parceiro e, principalmente, com o próprio corpo.
Falta respeito.
É esse o dilema da sociedade atual.
Ninguém respeita as vontades alheias, ninguém respeita as opiniões alheias, ninguém respeita as opções alheias.
CHEGA. Já passou da hora do mundo se conscientizar.
Desse jeito o mundo só vai piorar. Não acredito em um final do mundo apocalíptico, mas acredito que as pessoas, pela falta de respeito, vão se matar. Até que não exista mais nenhum ser humano na Terra.
Então galera, deixo aqui a minha indignação e peço, ou melhor, imploro: MUDEM. Tratem melhor as pessoas. R-E-S-P-E-I-T-E-M.
O respeito começa dentro de casa, de pais para filhos, de filhos para pais. Continua nas amizades, vai mais adiante, nos relacionamentos entre casais.
Ou melhor.. O respeito começa com atos, inclusive, com animais e plantas.
E então.. Vamos aprender a RESPEITAR ?

9 de mar de 2012

Poema *-*

Às vezes me pego pensando
Pensando em te encontrar
Pensando em te ligar
Pensando em te amar
E pensando em mostrar esse amor.

Poema *-*

A alguns dias decidi ir no nosso lugar.
Fui tentar matar a saudade.
A saudade dos seus beijos.
A saudade das nossas brincadeiras.
A saudade de você.
Mas, assim que cheguei,
Vi você.
Vi você beijando outra.

27 de fev de 2012

Caroline Momma . *-*

Quero, não posso.

Ainda penso
Ainda sonho
Ainda lembro
Ainda quero.

O que quero
É esquecer
E recordar
Ao mesmo tempo.

Não quero
Que se desmanche
Nos meus sonhos
O que não é real.

Quero
O abraço que faltou
Ler palavras encantadoras mais uma vez
Escutar o telefone tocar o tempo todo
Matar a saudade que não passa.

Mas não basta só querer
Ainda existe o poder
E eu não posso
Não posso nem querer
Estou perdida
Entre o querer e o poder.

Caroline Momma . *-*

Olá pessoas !
Então, vou postar alguns poemas de uma grande amiga minha, a Caroline.
Esperam que vocês gostem.
Beijos

20 de fev de 2012

Frase . *-*

Não impota se teve ou nã uma dança. A questão é que se existiu uma música, a dança sempre vai girar em torno da música.

Poesia . *-*

Algo para escrever,
Mas escrever o que,
Como escrever.
São sentimentos,
Não palavras.
Como escrever sentimentos com palavras ?
Sentimentos sentidos.
Sentimentos sem sentido.
Sentimentos que não podem ser escritos,
Sentimentos que não tem palavras para serem descritos.

Poesia . *-*

Abraços,
Beijos,
Doces,
Segredos.
Doces segredos.
Doces beijos.

Texto . *-*

Sempre esperei um amor perfeito. O cara perfeito. O príncipe encantado. Mas hoje sei que isso não vai existir. E que o importante é apenas amar alguém que ame a gente. Não importa o que essa pessoa seja. E o mais importente. Que a gente ame a nós mesmos. Para não nos destruírmos por outras pessoas.

11 de fev de 2012

Clarice Lispector . *-*

"Sou o que quero ser, porque possuo apenas uma vida e nela só tenho uma chance de fazer o que quero. Tenho felicidade o bastante para fazê-la doce dificuldades para fazê-la forte, Tristeza para fazê-la humana e esperança suficiente para fazê-la feliz. As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas, elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos."

Post . *-*

Sabem.. Nessa primeira semana de aula, o professor de Português nos passou um texto como atividade diagnóstica. A atividade eram algumas questões dissertativas, outras objetivas e uma redação sobre felicidade.
Confesso que fiquei pensando muito para escrever o texto. Gostaria de reproduzi-lo aqui, afinal essa é a minha concepção de felicidade e é algo em que eu realmente acredito. Então.. Vamos ver se vocês concordam comigo nesse quesito.

Felicidade: "Eis a questão".
Afinal de contas, o que seria felicidade ? Todos os seres buscam essa dádiva, até mesmo inconscientemente.
Cada um tem a sua concepção. Para alguns, as coisas materiais predominam. Quanto mais compram, mais se sentem felizes, mas também caem no vício, o chamado consumismo.
Para outros, a felicidade é espiritual e pode ser encontrada na religião.
Há também aqueles que se sentem felizes trabalhando.
A felicidade pode ser encontrada em tudo, mas complementando umas as outras, pois não é apenas fazendo compras, trabalhando ou tendo uma vida espiritual que se consegue a preciosa felicidade.
No fundo, essa grande busca pode ser encerrada quando encontramos o amor, a compaixão, a amizade e os valores.
Juntando cada item de nossas vidas, cada parte que gostamos, encontramos a felicidade.
Para escrever esse texto, refleti muito. Sobre minha vida, sobre as coisas que eu gosto, sobre quando eu me sinto feliz ou infeliz. Cheguei a conclusão de que para ser feliz, no final das contas, é preciso amar.
Quando falo em amor, não me refiro apenas ao amor de casal. Me refiro ao amor da amizade, da família, de Deus, de tudo.
Me refiro à cada coisa do que gosto. No meu caso, eu amo a família, meus amigos, Deus, a dança, a música, a culinária, a moda, a arquitetura, e outras coisas a mais.
Cheguei a conclusão de que, para ser feliz, devemos esquecer tudo aquilo do que não gostamos. E nos importar apenas com o que gostamos.
Além de respeitar ou outros, afinal, se não respeitamos, não podemos dizer que amamos algo ou alguém.
Como já dizia Renato Russo: "É preciso amar, as pessoas como se não houvesse amanhã."
Então é esse o meu recado de hoje, dessa semana, enfim, depende do tempo e da criatividade que eu tiver para postar.
Viva.
Ame.
Apenas,
Seja Feliz.

Obsevação: Para aqueles curiosos que quiserem saber qual foi o texto que o professor nos passou, aqui está qual é.
Texto "Passeio Socrático", escrito pelo Frei Betto.

28 de jan de 2012

Clarice Lispector . *-*

"Renda-se como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento."

Post . *-*

"Cada um na sua – sem essa de melhor ou pior
A velha história continua. Se você ouve música sertaneja ou elogia o sucesso do Michel Teló, cuidado: com certeza vai ser julgado por ter mau gosto. Os critérios, claros, são bem rasos..
Vamos além. Se uma banda opta por um visual mais colorido e investe em uma grande estratégia de merchandising, podem apostar que entrou na lista negra.
O tal grupo, além de ser alvo de muita inveja, também pode levar pedrada durante um show. Lindo isso, não? Respeito? Ah, a gente não vê por aqui...
Ainda nessa onda do que é certo ou não consumir culturalmente, coitado daqueles que gostam de acompanhar as novidades de um certo reality show de grande audiência no Brasil. Bastou o espectador fazer algum comentário nas redes sociais e lá vem alfinetadas: a sociedade diz que você é muito ignorante e não tem o que fazer.
Em um país com baixos índices de leitura, quem se atreve a ler obras que contam histórias de vampiros, lobisomens e outros seres místicos arrumou para a cabeça. “Que fútil”, diriam os “grandes intelectuais” de plantão. Muitos deles vão sugerir “Clarisse” Lispector (desse jeito mesmo, com s...) ou Caio Fernando Abreu. Na internet, virou clichê postar frases dos dois autores para demonstrar, digamos assim, que o cara é cult...
Há – entre todas essas histórias – uma palavra que faz toda a diferença: respeito. Vivemos um momento de assustadora intolerância.
Quem não se enquadra em determinado grupo ou se atreve a abrir um caminho diferente, com certeza será – no mínimo – bastante criticado. Isso sem falar em bullying e violência escancarada.
É engraçado – para muitas pessoas – chocar. Fazer algo que possa chamar a atenção, virar viral e motivo de comentários por toda rede. Uma anarquia sem princípios e regras, totalmente pelo prazer de marcar território e bancar o bom. “Eu sou o cara.”
Onde vamos parar com isso? Quem tem mais a perder com atitudes como essa? Não corremos o risco de ficar para trás? De conseguir, de fato, construir um futuro incrível para todo este país? É de se pensar... Pequenas atitudes geram grandes reflexos no futuro. Tá no hora de se espertar."

Fonte: Site da Gazetinha ou Caderno "Gaz+" da Gazeta do Povo, do dia 28 de janeiro de 2012, página dois.



Quando acordei esta manhã e li esse texto, confesso que fiquei meio chocada. Passo dias e dias tentando entender a falta de respeito alheia em relação a gostos. Será que ninguém nunca ouviu aquele velho ditado popular "Gosto não se discute" ?
Eu sou uma espécie de esponja em relação a gostos. Sou muito eclética em relação a muitos assuntos. Música então é uma categoria em que eu me encaixo em diversos espaços e respeito ao máximo aqueles espaços em que não me encaixo.
Literatura também. Ambos os exemplos citados pelo criador desse artigo incrível, Thiago Banik. As pessoas deveriam entender que cada pessoa é de um jeito e o que é bom para um pode não ser bom para outro.
Confesso que também não sou perfeita (afinal, sou humana e nenhum ser humano é perfeito). Também cometo meus erros em julgar as pessoas pelo seu gosto de roupas, por exemplo.
Na verdade me contradigo em assuntos como esse. Por um lado, realmente acredito que esse é apenas o gosto da pessoa, que deve ser respeitado. Por outro acho um total assassinato a moda e ao bom gosto.
A algum tempo atrás, indo da casa da minha avó para minha casa, junto com minha mãe, vi uma mulher no ponto de ônibus com um macacão de malha e mangas compridas. Ele era azul marinho e tinha bolinhas coloridas. No mesmo momento fiquei pasma. Completamente indignada, pois me lembrei de um palhacinho de brinquedo (daqueles que a gente dá corda e eles tocam uma músiquinha, nem sei se ainda existem palhacinhos desse tipo) que eu e minhas primas tínhamos quando crianças. O palhacinho vestia uma roupa exatamente igual a da mulher.
Confesso que ri dela. E a julguei.
Depois me senti culpada. Esse é apenas o gosto dela. O jeito que ela se sente bem.
Por outro lado, como futura estilista, volto a repetir o que disse anteriormente: achei um total assassinato à moda.
Puro preconceito da sociedade.
Tanto por moda, por música, pela literatura.
Somos induzidos desde pequenos a gostar de alguma coisa e quando gostamos disso, o resto torna-se "lixo".
Sempre sobrepomos nossos gostos pessoais e esquecemos do resto do mundo. Esquecemos de como não existem apenas as nossas opiniões e esquecemos de respeitar o que os outros pensam
Escrevo esse texto com base em literatura, música, moda.
Mas o que estou tentando dizer não se aplica apenas a isso.
Se aplica a sociedade em geral.
Se aplica em religião, política, futebol (algo que eu realmente odeio, mas que procuro respeitar as pessoas que tem uma extrema paixão por esse esporte), opção sexual, profissão, classe social, entre outros.
Se aplica a tudo o que gera um preconceito absurdo que causa discuções, brigas, mortes, guerras.
Desde aos assuntos mais fúteis e básicos aos assuntos mais complexos e elaborados.
A sociedade inteira (incluo-me nessa sociedade) devia começar a aprender a se comportar como seres que respeitam uns aos outros, ao invés de julgar e não respeitar o resto do mundo.

19 de jan de 2012

Post . *-*

Nas férias bate uma saudade dos amigos não é mesmo ?
Pelo manos daqueles que estudam com a gente. Dos outros temos saudade periodicamente, já que não podemos estar todos os dias com eles. Mas com o tempo a gente se acostuma a ver pouco e a ligar quando sentimos falta. A estar sempre juntos de outras maneiras. Mas daqueles amigos que vemos todos os dias.. Nas férias dá uma saudade incontrolável.
As férias são ótimas para descansarmos, relaxarmos e esquecermos o estresse típico de um final de ano.
Para os amantes da internet (como eu por exemplo), também é um ótimo período para passar horas e horas em frente ao computador.
Mas que tal parar de fazer aquelas longas viagens de "do quarto para a sala, da sala para a cozinha, da cozinha, da cozinha para o banheiro e do banheiro para o quarto" ?
As férias também são uma época muito boa para se viajar (de verdade), sair com os amigos e se divertir.
Como a maior parte das pessoas não tem condições de viajar em passeios turísticos, porque não ir para a casa daquele primo que você não vê a muito tempo e está com saudades ? Ou talvez combinar com um amigo que tenha uma casa na praia, ou em um lugar diferente ?
Ou que tal combinar com os amigos de conhecer a própria cidade ? A maior parte das pessoas não conhecem e nem frequentam os pontos turísticos da cidade onde mora. Conhecer a cidade pode ser muito divertido, porque além de saber mais sobre o lugar onde você mora, acaba adquirindo mais cultura. As férias são uma boa oportunidade para isso.
Ler um bom livro, ir ao cinema... Simplesmente, curtir.
Ou talvez aprender novas habilidades, alguns cursos oferecem intensivos de férias, o que pode ser muito bom para aproveitar e criar um novo hobby.
Para a maior parte das pessoas as férias já acabaram, mas para aqueles que ainda estão de férias, dou a dica de aproveitar o tempo que ainda tem, pois depois virão meses e meses de correria, até as férias de julho, ou, aos menos sortudos, até as férias de dezembro.
Saia um pouco do computador, de casa. Aproveite.

17 de jan de 2012

Cecília Meireles . *-*

O vento do mês de agosto
Leva as folhas pelo chão.
Só não toca no teu rosto,
Que está no meu coração.

Citação . *-*

Um sentimento pode ser como uma escrita à lápis, ou como uma escrita à caneta. O que é escrito à lápis pode ser apagado. O que é escrito à caneta, até pode ser apagado, mas deixa marcas. Qual é o tipo de sentimento, só o tempo pode falar.

Poesia . *-*

Coaração azul..
Ouve meu pedido.
Coração azul...
Sente minha dor.
Coração azul...
Entende meu sofrimento.

Post . *-*

A cada dia que passa, descubro o que é viver. Sou muito nova ainda para saber de todas as coisas do mundo e sei que esse mundo onde vivemos não é mais um mundo seguro, onde as pessoas respeitam umas as outras.
Hoje, passaram na frente do escritório onde trabalho garotos, aproximadamente, uns cinco, de no máximo vinte anos. Um deles estava escondendo a arma que carregava junto à si. Uma colega que estava lá fora, apertou o interfone rapidamente e eu corri abrir o portão para ela. Ela entrou e me contou que os meninos que estavam passando com "cara de mau" estavam armados. Graças a Deus passaram longe dela.
Que mundo é esse ?
As pessoas não podem mais sair tranquilas, pois podem ter, na melhor das hipóteses, seus pertences roubados e, na pior das hipóteses, serem mortas.
Todos os dias quando ligamos a TV vemos casos de roubo, estupro, assassinato e muitas outras ocorrências pavorosas. Dos casos mais simples aos casos mais bizarros e cruéis.
Os pais prendem seus filhos dentro de casa com medo de que os pequenos sejam raptados. As crianças não podem mais sair sozinhas nas ruas e os adolescentes, que, muitas vezes, podem sair, são orientados a tomar uma dose extrema de cuidado.
Quando falamos em fim do mundo, será que não estamos falando do que a própria humanidade está fazendo ? A humanidade está destruindo o mundo com violência.
E hoje deixo a pergunta: Por que a própria humanidade se destrói ?

Carlos Drummond de Andrade . *-*

O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar.
O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar.
O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar.

Clarice Lispector . *-*

... Que minha solidão me sirva de companhia. Que eu tenha coragem de me enfrentar. Que eu saiba ficar com o nada. E mesmo assim me sentir como se estivesse plena de tudo.

Frase *-*

A perfeição se encontra nos entremeios das imperfeições.

Olá !

Bem vindos ao meu blog ! Hoje começarei a postar.
Espero que vocês gostem.
Para começar, colocarei uma das minhas frases, em seguida postarei frases, poesias e trechos de escritores que eu adoro, tais como Clarice Lispector, Cecília Meireles e Carlos Drummond de Andrade, além de muitos outros.