22 de mai de 2012

Post . *-*

Gente, vocês nem imaginam como eu adoro ler, não é mesmo ? Pois então.. Durante uma mega promoção de uma livraria, para mim é impossível não pirar com tantos livros bons a um preço tão acessível. E é isso o que está acontecendo hoje. A Livrarias Curitiba está fazendo uma super promoção, com livros de R$9,90 até R$19,90 ! Em meio à tantos livros, selecionei seis que com certeza irei comprar. Mas, após selecioná-los, observei que nenhum era nacional. Fiquei meio decepcionada comigo. Sou uma garota muito nacionalista e, ao observar que não havia selecionado nenhum livro nacional, também observei que não leio muitos destes. Então decidi pesquisar, no próprio site das Livrarias Curitiba, livros nacionais. Comecei a notar como a maior parte são livros antigos, os chamados clássicos. E, dos livros atuais, sinceramente, o único que me chamou atenção foi "O Vendedor de Sonhos", que, mesmo assim, não é tãããããão atual. Me senti extremamente decepcionada com o país. Se não existem mais livros nacionais bons, significa que o ensino está pior a cada dia. Mas, do mesmo jeito.. Machado de Assis aprendeu a ler e a escrever praticamente sozinho e, mesmo assim, escreveu grandes clássicos.
Fiquei pensando.. O que falta para a literatura crescer no país ?
Educação ? Sem a menor dúvida, isto está em falta no Brasil.
Mas.. Será que é apenas isso ?
Escolas, professores e bons livros educativos, apenas isso ?
Não.. Não pode ser.. Afinal, sabemos de muitas pessoas que até tem a oportunidade de estudar, mas não aproveitam esta.
Sinceramente, estou tentando buscar uma explicação, mas minha mente não consegue encontrar ao menos uma. A realidade é: As pessoas criticam músicas nacionais, filmes nacionais, mas, mesmo assim, ainda existem músicas e filmes nacionais bons. Mas e livros ? Livros não. Livros estão em falta no nosso país, sem uma única explicação. Gostaria de poder fazer algo para mudar isso. Escrever um livro que mudasse tudo e que desse vontade de escrever à outras pessoas. Seria maravilhoso. Juro para vocês que estou começando a buscar inspiração para isso, porque, de verdade, minha vontade de mudar o mundo não é apenas com coisas grandiosas, do tipo política, sociedade e comportamento. Minha vontade de mudar o mundo, começa com coisas pequenas, como literatura. E dizem que as coisas só mudam quando a gente muda, não é mesmo ? Pois então. É isso o que eu quero fazer e, se outras pessoas, além de mim também quisessem mudar o rumo que a literatura nacional está tomando no Brasil, talvez tudo se modificasse. E a literatura nacional voltasse a ser boa.

19 de mai de 2012

Camões . *-*


Amor é fogo que arde sem se ver;

É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
se tão contrário a si é o mesmo Amor?
Olá pessoas !
Depois de tantos dias (devido a minha terrível falta de tempo), irei postar algo aqui.
Colocarei um poema de Camões.
Gosto muito desse poema, cujo, um trecho, foi utilizado pelo nosso mestre Renato Russo, na música do Legião Urbana, Monte Castelo.

1 de mai de 2012

Post . *-*

Hoje eu decidi escrever sobre algo que a maior parte (ou todas, mas não quis generalizar) das pessoas que tem a minha idade não gostam. Colégio. A galera sempre reclama de estudar, estudar e estudar (mas também não estou me tirando dessa história). A verdade é que ninguém (pronto, generalizei e fim.) gosta de estudar, principalmente se for uma matéria da qual não gosta, e então nos perguntamos "mas porque tenho que estudar isso", "porque tenho que estudar aquilo", "porque tenho que estudar não-sei-o-que". Certo dia o diretor do meu colégio fez essa pergunta, com aquele tom de "vocês é que estão perguntando, eu só estou demonstrando" e respondeu que é para nós não ficarmos ignorantes. Na hora achei uma TOTAL grosseria, mas depois fiquei pensando 'sabe, ele tem razão'.Quando aprendemos história ou geografia, estamos criando cultura, tendo, assim, mais um assunto para conversarmos. Dessa forma, deixamos de nos tornar ignorantes. Quando aprendemos química, deixamos de ser enganados por situações como a o que tem em um produto. Biologia, aprendemos nosso corpo, a natureza e coisas desse gênero. Literatura nos torna mais críticos, com mais vocábulário e uma noção muito interessante, inclusive da história. Português nem se fala né galera, afinal é a língua que nós falamos ! O ensino de outras línguas, principalmente o inglês, que é a língua mais importânte no mundo, também é uma forma de cultura. Se você for sair do país, como fará se tiver apenas o português ? Impossível ! Na física, a grande importância também são situações cotidianas, como velocidade, calor, enfim.. A filosofia e a sociologia nos dão uma visão mais ampla do que é o mundo, a sociedade e as pessoas. Sinceramente, a única matéria para a qual eu não consigo uma justificativa, é matemática. Apesar de ser a minha matéria preferida (o que torna-se a causa de muitas pessoas me chamarem de louca), quando a galera vem falar "não sei para que eu tenho que aprender isso", eu não consigo argumentar. Isso é horrível, porque realmente considero matemática uma matéria importantíssima, mas não consigo mostrar para as pessoas o motivo ! Agora as outras disciplinas.. Não tem nem o que discutir, não é mesmo ! Por isso vou utilizar o argumento do diretor da minha escola: "Aprendemos para não nos tornarmos ignorantes". Então galera.. Vamos pensar um pouquinho mais antes de falar que odiamos a escola ?